Terça-feira, 30 de Maio, 2017
O Clube

Prémio de Jornalismo da Lusofonia instituído pelo Clube Português de Imprensa e Jornal Tribuna de Macau

 
O Prémio de Jornalismo da Lusofonia é a nova iniciativa promovida pelo Clube Português de Imprensa (CPI) em parceria com o Jornal Tribuna de Macau (JTM), no quadro das comorações que assinalam o 35º aniversário daquele diário de língua portuguesa em Macau.

Com o valor de 10 mil euros e periodicidade anual, o Prémio será atribuído por um Júri constituído por representantes do CPI, do JTM e por personalidades de reconhecido mérito na área do jornalismo ou que se tenham distinguido na defesa, divulgação ou ensino da Língua Portuguesa no Mundo.

Trata-se, pois, de um novo Prémio que, de acordo com o respectivo Regulamento (que inserimos noutro espaço deste site) se destina “a jornalistas e à Imprensa de Língua Portuguesa de todo o Mundo, em suporte papel ou digital”. 

Obrigatoriamente “os trabalhos devem ter Macau como tema principal e serem enviados ao CPI ou ao JTM, para apreciação, até 15 de Setembro”.

Este Prémio de Jornalismo, com periodicidade anual, “surge no quadro do desejado aprofundamento de todos os aspectos ligados à Língua Portuguesa, com relevo para a singularidade do posicionamento de Macau no seu papel de Plataforma de ligação entre países de Língua Oficial Portuguesa”.

Recorde-se que o Clube Português de Imprensa, com fortes tradições em Prémios de Jornalismo -  de que foi pioneiro nos anos 80 -, participa, ainda, noutra parceria com o Centro Nacional de Cultura (CNC) e a Europa Nostra ao instituir. desde 2013, o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para a Divulgação do Património Cultural, que distinguiu no ano passado o ensaísta e filósofo Eduardo Lourenço e Jean Plantureux, conhecido como Plantu, famoso cartoonista do jornal francês “Le Monde” .

O Prémio foi entregue, desde 2013, ano em que foi lançado, a nomes tão prestigiados das Letras e das Artes, como os  escritores Claudio Magris e Orhan Pamuk, este Nobel da Literatura, e o músico Jordi Savall.

O Prémio de Jornalismo da Lusofonia é outro passo importante num projecto sempre renovado,  traçado pelo Clube Português de Imprensa.

 (Leia na íntegra o Regulamento do Prémio de Jornalismo da Lusofonia noutro espaço deste site)

                            

 

 

 

Connosco
Projecto de directiva comunitária contestado pelos maiores jornais europeus Ver galeria

Mais de três dezenas das editoras dos maiores jornais de referência na Europa assinaram uma carta aberta dirigida ao Parlamento e ao Conselho Europeu, contestando as novas regras de privacidade online, que, segundo afirmam, darão mais poder ao Google e ao Facebook na competição pela publicidade digital. O projecto de regulamento apresentado pela Comissão Europeia pretende alterar a norma do “consentimento prévio” da aceitação dos cookies em cada entrada no site procurado pelo internauta, substituindo-a por uma decisão inicial à entrada no navegador, válida a partir daí para todos os sites visitados.

Jornais digitais bloqueados no Egipto, Arábia Saudita e Emirados Ver galeria

O governo do Egipto bloqueou, num único dia, mais de duas dezenas de sites noticiosos, incluindo o jornal Al-Boursa, especializado em economia e finanças, a Al-Jazeera e a versão árabe do Huffington Post. Medidas semelhantes tinham sido tomadas pela Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, poucos dias antes. 

O Clube

 
O Prémio de Jornalismo da Lusofonia é a nova iniciativa promovida pelo Clube Português de Imprensa (CPI) em parceria com o Jornal Tribuna de Macau (JTM), no quadro das comorações que assinalam o 35º aniversário daquele diário de língua portuguesa em Macau.

Com o valor de 10 mil euros e periodicidade anual, o Prémio será atribuído por um Júri constituído por representantes do CPI, do JTM e por personalidades de reconhecido mérito na área do jornalismo ou que se tenham distinguido na defesa, divulgação ou ensino da Língua Portuguesa no Mundo.

Trata-se, pois, de um novo Prémio que, de acordo com o respectivo Regulamento (que inserimos noutro espaço deste site) se destina “a jornalistas e à Imprensa de Língua Portuguesa de todo o Mundo, em suporte papel ou digital”. 


ver mais >
Opinião
Há dias um jornalista que foi director de um  antigo jornal de referência, em acelerado processo de definhamento, interrogava-se sobre o futuro próximo da Imprensa em suporte de papel e profetizava , sem mencionar, que um dos diários nacionais “terá de tomar a traumática – talvez acertada, certamente inevitável -- decisão de fechar as edições em papel durante a semana, mantendo apenas as edições...
Num livro colectivo acabado de publicar, simultaneamente, em treze línguas e em dezenas de países espalhados pelo mundo inteiro, cuja versão francesa se intitula, significativamente, L’âge de la Régression: Pourquoi nous vivons un tournant historique[1], Appadurai disserta sobre o «sentimento de cansaço» que, na sua opinião domina a esfera pública. Sentimento de cansaço relativamente à forma de fazer...
Fim de semana alucinante, sábado épico, jornada inédita. Muito se tem chamado a este 13 de maio, dia de Fátima, do Santo Padre, do anjo Vitória e do arcanjo Sobral. As notícias, as reportagens, os diretos. O frenesim tem sido imenso. Aliás já começou há uns dias. Amanhã, depois do nascer do sol, era bom que houvesse alguma reflexão sobre o que se passou. Será que tanta agitação na...
A ida de Nuno Crato ao Grémio Literário, no passado dia 5 de maio, para falar no Ciclo “Que Portugal na Europa, que futuro para a União?” só pode ter acontecido por um erro de casting. O orador não disse uma palavra sobre o tema do ciclo que já trouxe àquela sala figuras como Freitas do Amaral, Paulo Rangel ou Francisco Seixas da Costa. Preferiu falar sobre educação, discorrendo longamente sobre o que ele considerou...
Universos Paralelos
J.Botelho Tomé
Desde pelo menos a administração do segundo Roosevelt (Franklin Delano, presidente de 1933 a 1945) os media americanos têm proporcionado aos que se interessam pela política a possibilidade de viverem numa de duas Américas disponíveis, conforme as suas preferências: a América dos que entendem que a principal responsabilidade dos governos (federal ou estaduais) é a protecção dos cidadãos economicamente mais...
Agenda
01
Jun
Mediamixx 2017
09:00 @ Tessalónica,Grécia
02
Jun
Facebook para Jornalistas
09:00 @ Cenjor, Lisboa
07
Jun
07
Jun
XX Edição do Laboratório de Jornalismo APM sobre ‘Jornalismo e posverdada’
09:00 @ Asociación de la Prensa de Madrid (APM), Madrid