Sexta-feira, 20 de Setembro, 2019

  

Reinventa-se o mercado de revistas em contraciclo

Media Galeria

Revistas como The Economist ou Private Eye, contra todas as expectativas,  estão a reinventar-se e a seguir o seu caminho.

O mercado das revistas, embora em declínio e mutação acelerada, apresenta em contraciclo alguns sucessos, afirma Miguel Ormaetxea, num artigo na Media-tics.

Em Espanha, as revistas do grupo ARI , que representam 96% da audiência, atingiram 210 milhões de contactos por via electrónica, o equivalente a um aumento de cerca de 8,5% em relação ao ano anterior. Os editores tentam monitorizar a sua influência no mundo das redes sociais e lançam novos negócios, especialmente,  na área do comércio electrónico.

CMVM suspende acções da “Cofina” e da “Media Capital”

Media Galeria

A Cofina comunicou ao mercado   que as negociações para a aquisição da Media Capital – TVI estão a decorrer de forma "muito intensa". Entretanto a CMVM suspendeu as acções de ambas as empresas enquanto aguarda informações complementares referentes ao negócio.

Nesse  comunicado a Cofina confirmou  que estão a decorrer negociações aprofundadas com a Prisa para um acordo de aquisição da Media Capital, não havendo, no entanto,  uma data para a concretização do acordo.

Defende-se em França a união de rádios em plataformas

Actualidade Galeria

Para Regis Ravanas, director geral das actividades de áudio, do grupo francês M6,  entrevistado no programa Buzz Média Le Figaro, “seria bom que as estações de rádio francesas se unissem, para criarem a sua própria plataforma, com o fim de dominarem a qualidade da transmissão, a emissão dos seus conteúdos, terem acesso aos dados e,  acima de tudo,  garantirem a transmissão”.

Ravanas  defende que a rádio deve ser transmitida em todas as plataformas, porque tanto nesta  como noutros meios de informação, o digital está a mudar tudo. “O tema da distribuição das nossas ofertas de programas e podcasts é fundamental”, afirmou , acrescentando que as rádios devem permanecer donas do seu destino.

Reconheceu ainda que embora a distribuição aumentasse, continua a não ser suficiente para as necessidades.

(Mais informação no Le Figaro)

 

Google altera algoritmo em nome da qualidade

Media Galeria

A Google, prepara-se para fazer alterações no algoritmo, para garantir maior visibilidade à informação original e de qualidade nas reportagens e jornalismo de investigação.

Vai alterar, também, as guidelines seguidas pelos classificadores de conteúdos, responsáveis por gerar o ranking de cada publicação, quer nos resultados do motor de busca quer na aplicação Google News.

As alterações estão disponíveis em Inglês, mas serão alargadas  a outros idiomas.

FAPE condena agressões de jornalistas em Barcelona

Media Galeria

A Federação de Associações de Jornalistas de Espanha (FAPE), e a Academia de Ciências e Artes da Televisão, condenaram as agressões sofridas pelas jornalistas Ángela García Romero, da RTVE, Diana Mata, da Antena 3 e dos respectivos repórteres de imagem que as acompanhavam durante a cobertura da manifestação pró-independência, no Dia Nacional da Catalunha em Barcelona.

“A agressão é um ataque intolerável à liberdade de expressão e informação, pilares fundamentais da democracia”, afirma a FAPE, que defende o direito dos jornalistas de informar livremente em todas as circunstâncias e lugares.

Jornalistas e leitores do “Monde” unem-se em defesa do jornal

Media Galeria

Os membros da Le Monde Society, que integra  o Polo de Independência do Grupo, publicaram um apelo aos leitores, na sequência  do  texto publicado há dias pela equipa editorial.

Afirma-se  no documento que o Le Monde foi construído e desenvolvido graças a uma gestão única,  que reúne todas as partes interessadas - accionistas maioritários e o Pólo de Independência, funcionários, fundadores e leitores.

De cada vez que a independência foi ameaçada, a Sociedade dos Leitores do Le Monde, que reúne mais de 10 mil inscritos, mobilizou-se para defender os valores que garantem a qualidade da informação -  rigor, confiabilidade e profissionalismo.

“Sites” noticiosos argelinos bloqueados ou condicionados

Media Galeria

Há várias semanas que os sites noticiosos argelinos estão a ficar inacessíveis no país, sem motivo oficial à vista, conforme noticia o jornal Le Monde.

Em 12 de Junho, o co-fundador do site de notícias Tout sur l'Algérie(TSA) , recebeu um telefonema de um irmão e sócio, que o informava sobre uma queda abrupta do número de visitas ao site. Inesperadamente, após a detenção do ex-primeiro ministro, Ahmed Ouyahia, o tráfego caíra, inopinadamente, de sete mil visitas caíram para três mil.

O responsável técnico do site sentiu imediatamente que essa quebra não era acidental. A TSA já tinha sido vítima de uma ocorrência semelhante, em Outubro de 2017, quando os dois irmãos confirmaram o bloqueio do site na Argélia, que origina cerca de 70% do seu tráfego.

Então, o primeiro ministro e o departamento de Comunicação rejeitaram qualquer responsabilidade. Desta vez, porém, ninguém reagiu.

O “Daily Telegraph” caricaturado como “Daily Boris"

Media Galeria

Historicamente considerado um jornal do regime, o Daily Telegraph está agora a radicalizar-se à imagem do partido Conservador e a transformar-se, no “jornal de Boris Jonhson”, afirma Jane Martinson, num artigo publicado no The Guardian.

O Daily Telegraph, tem sido um apoiante entusiasta do actual primeiro ministro britânico. Apesar de Boris Jonhson, assistir à deserção de deputados do seu partido, incluindo a do seu próprio irmão, e ter perdido virtualmente a maioria parlamentar e de, até ao momento, não ter conseguido ver aprovada no parlamento uma única moção, o editor do Telegraph enviou um e-mail aos assinantes com a manchete: "É realmente tão sombrio para Boris?".

Depois do apoio incondicional ao ex-colunista tornado primeiro-ministro, não constitui surpresa o facto de o jornal não se arrepender desse enfeudamento, face ao comportamento de Boris e de alguns “pesos pesados” dos conservadores, como Kenneth Clarke.

1  2  3  4  5  6  7  8  9  ... »
PESQUISA AVANÇADA
PESQUISAR POR DATA
PESQUISAR POR CATEGORIA
PESQUISAR POR PALAVRA-CHAVE

O Clube


Retomamos este site do Clube num ambiente depressivo para os media portugueses. Os dados da APCT  que inserimos noutro espaço, relativos ao primeiro semestre do ano, confirmam uma tendência decrescente da circulação impressa, afectando a quase totalidade dos jornais.

Pior: na maior parte dos casos a subscrição digital está longe de compensar essas perdas, havendo ainda situações em vias de um desfecho crítico.


ver mais >
Opinião
O chamado “jornalismo de causas “  voltou a estar na moda. E sobram os temas:  a “emergência climática”,   assumida por António Guterres enquanto secretário geral da ONU,  numa capa caricata da “Time”;  o “feito” de uma adolescente nórdica,   que atravessou o Atlântico num veleiro de luxo -  a pretexto de assim  reduzir o impacto ambiental -, para participar...
As limitações do nosso jornalismo
Francisco Sarsfield Cabral
J.-M. Nobre-Correia, professor emérito de Informação e Comunicação da Universidade Livre de Bruxelas, escreveu no “Público” um artigo bastante crítico da qualidade do actual jornalismo português. Em carta ao director, uma leitora deste jornal aplaudiu esse artigo, dizendo nomeadamente: “Os problemas, com que se defrontam no dia-a-dia os cidadãos, não são investigados, em detrimento de...
Uma das coisas em que a informação sobre o mercado publicitário português peca é na análise das contas que são ganhas pelas agências de meios aqui em Portugal. Volta e meia vejo notícias do género a marca X decidiu atribuir a sua conta de publicidade em Portugal à agência Y. Quando se vai a ver, o que aconteceu é que a marca internacional X decidiu num qualquer escritório em Londres, Paris ou Berlim,...